Casas de Apostas Destacadas

Quem vai ganhar a Copa do Mundo de 2022?

Receba as últimas atualizações sobre o Betarena!

Quem vai ganhar a Copa do Mundo de 2022?

A 1xBet avalia as odds dos principais favoritos

A Copa do Mundo será um evento único na história do futebol. Em primeiro lugar, o calendário do torneio é incomum: devido ao calor escaldante do verão, o campeonato no Catar começará em 20 de novembro. Assim, muitos campeonatos nacionais serão interrompidos por causa da Copa do Mundo.

Mas isso não é tudo: as autoridades do Catar emitiram uma série sem precedentes de requisitos rigorosos para os torcedores que irão ao torneio. O álcool é proibido, os homens não poderão usar shorts curtos, camisas sem mangas ou mesmo camisas com decote em V (e isso com calor de 30 graus). Além disso, as mulheres precisarão da quantidade necessária de saias longas junto com camisas para cobrir os ombros, pescoço e cotovelos. Os prédios oficiais não podem ser fotografados, os catarianos não devem ser encarados, as xícaras de chá árabe só devem ser seguradas com a mão direita, e a lista continua…

Como tudo isso afetará a forma dos jogadores e o humor dos torcedores? Qual dos treinadores se adaptará melhor ao cronograma incomum? Os próprios jogadores podem suportar esse clima brutal? Em breve saberemos as respostas para essas perguntas. Ainda assim, alguns times serão favoritos para vencer em qualquer clima, e sair antes das quartas de final seria uma tragédia nacional para seus torcedores.

Abaixo estão as odds da 1xBet para as nove seleções mais fortes do campeonato e uma breve análise de suas perspectivas de levar para casa mais do que apenas um belo bronzeado.

Portugal – 13

Esse time tem uma grande seleção de jogadores de ataque. Fernando Santos pode colocar em campo o artilheiro do Milan, Rafael Leão, João Félix, do Atlético de Madrid, Bernardo Silva, do Manchester City, e Bruno Fernandes, líder do meio-campo do Manchester United. Na defesa, Ruben Dias e João Cancelo são imprescindíveis para o Manchester City, e o veterano Pepe também está pronto para a ação.

E depois há Cristiano Ronaldo, o cinco vezes vencedor da Bola de Ouro que não está brilhando na nova temporada. Ele muitas vezes começa um jogo no banco ou permanece totalmente fora do elenco. Mas poderia o lendário jogador estar economizando energia para o que provavelmente será sua última Copa do Mundo? Se Fernando Santos, o treinador português, conseguir acender o brilho do veterano, esta equipe poderá conseguir muito, mesmo sem o lesionado Diogo Jota.

Holanda – 13

A Laranja parece ameaçadora após o retorno do famoso técnico Louis van Gaal, que levou a equipe ao terceiro lugar na Copa do Mundo de 2014. Não há dúvidas de que o renomado guru trouxe de volta o brilho ofensivo da seleção. Isso foi confirmado quando a Holanda derrotou a Turquia por 6 a 1 em seu principal encontro pelo primeiro lugar no grupo de qualificação. Além disso, em 2022, eles já venceram duas vezes o poderoso time belga que até recentemente liderava o ranking da FIFA.

Quando se trata da seleção, os atacantes Memphis Depay e Frankie de Jong esquecem que nem sempre conseguem um lugar no time titular do Barcelona. Virgil van Dijk e Matthijs de Ligt são uma das melhores duplas de zagueiros ao nível da seleção, e irão competir com Stefan de Vries, da Inter de Milão. No entanto, Van Gaal usou três zagueiros mais de uma vez, e pode muito bem haver um lugar para a equipe titular do trio de estrelas no torneio. Se Georginio Wijnaldum não tivesse sofrido uma lesão no verão, as perspectivas seriam ainda melhores. Apesar disso, a Holanda está pronta para surpreender.

Bélgica – 12

Se o torneio tivesse sido realizado há dois anos, as casas de apostas e os fãs teriam acreditado muito mais nos belgas. No entanto, as atuações da equipe no recente Campeonato da Europa (os Red Devils foram eliminados nas quartas-de-final) e depois na Liga das Nações não foram impressionantes. Além disso, a Bélgica perdeu na Eurocopa para os futuros campeões e na Liga das Nações. No entanto, como o goleiro Thibaut Courtois afirmou publicamente, os jogadores não estavam muito motivados naquele torneio.

A Copa do Mundo é uma história diferente. Courtois, Romelu Lukaku e Kevin de Bruyne farão o seu melhor. Não está claro quem pode entrar em campo: Courtois mal se recuperou da inflamação do nervo ciático, enquanto Lukaku tem problemas no músculo da coxa esquerda e pode não entrar em campo até o final do ano. Infelizmente, sem Romelu, a Bélgica será um time diferente e precisará de um milagre para eliminar qualquer um dos principais times.

A maioria das principais estrelas da era ‘ouro’ do futebol belga, que conquistou medalhas de bronze na Copa do Mundo de 2018, estará presente. Eles são uma equipe muito experiente e bem misturada – e em torneios como este, a química significa muito.

Alemanha – 10

A Copa do Mundo anterior foi um pesadelo para os torcedores alemães, já que os campeões da Copa do Mundo de 2014 não conseguiram se classificar no grupo. Quando esse fracasso foi agravado pelo rebaixamento nas oitavas de final da UEFA EURO 2020, ficou claro que a equipe precisava de uma séria reformulação. Mas não se tratava da idade dos jogadores – o que era necessário era mudar os princípios do próprio jogo.

Joachim Löw se aposentou no verão de 2021 e Hansi Flick se tornou o novo técnico alemão. Agora, os alemães começaram a jogar com mais vigor. As táticas rígidas desapareceram, mas a derrota para a Hungria na Liga das Nações foi um claro revés. E no resto dos jogos de verão e outono, a seleção alemã geralmente empatou e conseguiu apenas uma vitória – sobre a Itália.

Sim, os veteranos Neuer e Müller ainda estão cheios de energia, enquanto Kimmich, Sane e Gnabry estão ótimos no Bayern. Também digno de nota é que a brigada mais jovem, Havertz, Musiala e Adeyemi, demonstraram repetidamente seu imenso potencial. Mas o importante é que a Alemanha agora tem problemas em jogos contra adversários fortes, e ninguém sabe se Flick poderá resolvê-los em apenas algumas semanas.

Espanha – 8.6

Luis Enrique montou o único time que poderia realmente vencer a Itália na final da Euro 2020 – mas faltou resistência na disputa de pênaltis. Mais importante, porém, é que esses espanhóis são jovens e capazes de controlar a bola durante os 90 minutos. A tática “enquanto tivermos a bola, o adversário não pode marcar” é a essência do futebol de Luis Enrique.

Até agora, este futebol trouxe resultados: na Liga das Nações, a equipe terminou em primeiro lugar em seu grupo. No entanto, esse torneio não foi um passeio fácil pela Plaza Mayor: a Furia Roja perdeu para a Suíça e, na partida decisiva contra os portugueses, a equipe só conseguiu vencer graças ao jogo inspirado do seu goleiro.

A atual equipe espanhola não precisa de uma prima donna com um ego exorbitante, portanto Sergio Ramos foi excluído tanto do Campeonato Europeu quanto do próximo evento principal no Catar. Mas qualquer um que esteja aberto a aprender com o treinador que inspirou Messi, Neymar e Suárez à vitória na Liga dos Campeões é convidado bem-vindo na seleção. Pedri, Gavi, Ferran Torres, Unai Simon – esses caras estão na seleção a longo prazo, então se acostume.

Inglaterra 7.6

O terceiro lugar é dividido por duas equipes. Vamos começar com os ingleses, mesmo porque os Três Leões estão cheios de problemas agora. Na Liga das Nações da UEFA, a equipe terminou em último no grupo, atrás de alemães, italianos e até húngaros. Nem uma única vitória em seis jogos é um sinal de alerta sombrio. Uma verdadeira equipe que disputa a medalha da Copa do Mundo deve jogar muito melhor.

James certamente perderá o torneio por lesão, enquanto Walker e Phillips também estão em dúvida. Sancho, Shaw, Henderson e o zagueiro do Manchester United, Harry Maguire, não estão em seu melhor desempenho. Além disso, Grealish está tendo muito pouco tempo de jogo no Manchester City. Mas mesmo com tudo isso em mente, o potencial do futebol inglês é tão grande que dá vontade de acreditar nesse time.

Argentina – 7.6

Lionel Scaloni não era uma grande estrela do futebol. Ele foi um jogador de futebol duro cujos melhores anos foram no Deportivo espanhol, com sete jogos pela seleção e uma viagem à Copa do Mundo de 2006. Este ano, porém, poderá fazer história como treinador da equipe que venceu o Mundial.

Scaloni cruzou o caminho de um jovem Messi na Copa do Mundo de 2006. Pode ter ajudado o treinador a incorporar agora o craque no jogo da seleção. Messi é o alfa e o ômega desta equipe, que brilha enquanto outros fazem o trabalho pesado. No último um ano e meio, a Argentina conquistou seu primeiro campeonato sul-americano desde 1993 e derrotou a Itália na Finalíssima. Talvez esta Copa do Mundo seja seu triunfo final.

França – 6.55

Os atuais campeões devem estar entre os favoritos para o torneio. Em termos de extensão de sua lista de potenciais candidatos, a França poderia dar uma vantagem a qualquer um. No entanto, às vésperas do torneio, os Tricolours estavam sem Kante e quase certamente perderão Pogba. O centro do meio-campo foi construído em torno dessa dupla, com Paul até praticando na defesa da seleção. Acrescente a isso a forma medíocre do atacante Antoine Griezmann e…

Defender o título depende de uma apreciação da capacidade de Deschamps de construir um estilo de jogo diferente do que há quatro anos. Afinal, há muitas novas estrelas. Camavanga e Tchouameni, que jogam juntos no Real Madrid, estão no meio-campo, enquanto Gendouzi subiu ao nível máximo em Marselha. No ataque, Nkunku, o melhor jogador da Bundesliga da temporada passada, e Dembélé, o melhor assistente da La Liga, estão prontos para entrar em ação. Também não podemos esquecer que a equipe atacante francesa será liderada pelo recém-coroado vencedor da Bola de Ouro Karim Benzema. Se a França falhar, eles têm apenas Deschamps para culpar.

Brasil – 5

No gol uma escolha de craques – Alisson e Ederson. No centro da defesa estão Thiago Silva, Militão e Marquinhos. No meio do campo estarão os esforçados Fabinho e Casemiro, além dos criativos Paquetá e Fred. Por fim, o ataque com Neymar, Vinicius, Rodrygo, Martinelli e Antony. Sim, os flancos da defesa estão um pouco caídos – os melhores anos de Dani Alves, Danilo e Alex Telles ficaram para trás – mas, apesar disso, os brasileiros são incrivelmente impressionantes.

Ainda mais impressionante é que Tite trouxe os jogadores da seleção para uma coesão quase de clube. O treinador trabalha com eles há anos, permanecendo mesmo após o desastre da Copa do Mundo de 2018. Qualquer outro líder teria sido esnobado pela eliminação nas quartas de final, mas no caso de Tite os chefes do futebol brasileiro apreciaram o nível de jogo do time – e em um ano ele ganhou a Copa América. Eles não ganham uma Copa do Mundo desde 2002. É hora do hexa?

Você pode responder a essas e outras perguntas apostando na 1xBet. Escolha seus favoritos e ganhe dinheiro no evento de vitrine do futebol com uma casa de apostas confiável!

Casas de Apostas Destacadas
Featured Betting Sites
Jogo Destacado
Featured Match
Betarena White Logo
Icon Betarena

Reclamar FREEBET

Se ainda não tens registro na Betboro faz aqui o teu registro.

Se já tens conta na Betboro só tens de preencher os dados.

Subscrição com Sucesso

Obrigado pela subscrição. Prepare-se para receber o melhor conteúdo sobre apostas!